museu de etnologia ii

Pinturas Cantadas

Ao contrário do que aconteceu na dos panos, que não a interessou muito, na exposição Pinturas Cantadas – arte e performance das mulheres de Naya a E. (cuja curiosidade fora despertada pelo lindo cartaz recebido do avô) esteve tão entretida e atenta como nós. É de facto uma exposição invulgarmente interessante, e as peças expostas pedem uma visita demorada (ou várias). Para além disso, é um excelente programa para crianças: as peças estão à altura certa e bem protegidas, auscultadores em alguns panos permitem ouvir as suas histórias e o documentário (que vale a pena ver inteiro) retrata a vida das mulheres pintoras e o meio em que vivem de forma atraente até para uma menina de quatro anos e meio (vê-se com pormenor o fabrico caseiro das tintas, as etapas da pintura e as tarefas da vida quotidiana, no fundo tão semelhantes às nossas mas tão diferentes).


Pinturas Cantadas

Pinturas Cantadas

6 comments » Write a comment

  1. Esta é uma educação integral, multicultural e construtiva. Bom trabalho o que estás a fazer como mãe!

    Obrigada pelas informações que vais partilhando.

  2. Estive no Museu com a Matilde talvez há três meses ou quatro meses, foi uma manhã inteira muito bem passada, vou voltar lá agora para ver as “pinturas cantadas”. As tuas fotografias estão lindas, principalmente a primeira.

  3. .gostei muito da exposição..mas tambem concordo com as palavras escritas pelo avô da Elvira sobre o estado do museu…

    (…e continuo a lamentar o fecho do museu de ARTE POPULAR em Belém!)

    lindas as fotografias.

    Mary

  4. Que linda e comovente exposição.

    Os temas são tão atuais (e tão antigos), pintados com tantas cores, mas representando fatos e costumes tão tristes…

    Obrigada pela dica do link, adorei visitar a exposição mesmo estando tão longe de Lisboa.

    :o*

Comentar