rectângulo de ouro

Capulana, by Marina Thomé.

(o assunto tecidos africanos está longe de esgotado)

Aquele que é (parece-me) o porta-bebés mais popular do continente africano, e o antepassado dos slings, é simultaneamente uma das peças de roupa mais universais: um rectângulo mais ou menos dourado de tecido, vulgarmente usado como saia em muitas partes do mundo. Aprendi a chamar-lhe capulana, mas tem muitos outros nomes (kitenge, sarong, pareo, etc.).

Como porta-bebés, a capulana pode ser atada a tiracolo (um e outro exemplo de Moçambique). Com um bebé que já se senta bem, esta posição é bastante fácil de conseguir. Mais complexa, mas muito confortável assim que se apanha o jeito, é a forma de atar a capulana com o bebé nas costas (como se vê nas fotos, nesta ou nesta). Esta posição é usada para transportar bebés pequeninos e grandes, e a A. adormeceu da primeira vez que a experimentei. Por cá, a ginástica necessária à prática chocaria certamente os transeuntes (se até o sling ainda suscita tantos comentários), mas para um passeio pela praia é altamente recomendável.

Belecando (vídeos): bebé a tiracolo e bebé nas costas.


Capulana, by *L

16 comments » Write a comment

  1. Olá Rosa…

    Sem duvida bastante interessante o tema e obrigada pela partilha.

    Salvo o erro existem 2 slings cá em Viana, (costumo ver a Mafalda Lopes na praia), e os comentários diários saem a velocidade de disparo…”ah aquele bebé vai mesmo bem!”, “oh, olha que engraçado!”, “será que dá mesmo resultado?!?!?”, pelos vistos sim e eu recomendo vivamente!!!

    Ando a namorar os tecidos africanos há algum tempo… tenho que ter uma conversa com a minha sogra!

    Mais uma vez obrigada por partilhares tudo (ou algo) de bom que tens para dar.

    P.s.- O galão dos 7 anões chegou bem, acho que o vou aplicar num edredon que estou a fazer!

    3 bjs directamente de Viana do Castelo ***

  2. E como é que assenta nas mamocas?… :-) Não magoa nada?

    (estás muito bonita!)

  3. A São é como que um anjo da guarda de nós todos aqui em casa. Não é uma empregada, é uma amiga muito amada que nos ajuda nas lides caseiras. Engravidou da codé (filho mais novo em crioulo) já trabalhava connosco e todos nós ansiamos pela chegada da nossa pequenina. A codé sempre foi transportada “na costa” e é das crianças mais felizes que já conheci. Ela esteve presente em todas as situações da vida diária da mãe, conheceu todas as pessoas com quem a mãe se relacionou e isso fez dela uma menina sociável, bem disposta e sorridente. Já tem dois anos mas, volta não volta, ainda vai “na costa” envolta no lençol que estiver mais perto.

    são.

  4. Já agora, uma curiosidade: em Angola, mais propriamente na cidade de Luanda as mulheres que andam com os filhos nas capulanas a vender fruta (empinam alguidares pesadíssimos na cabeça e mantêm o equilíbrio com os filhos às costas), têm vários apelidos, entre eles “Zungueira”. Fiz umas t-shirts sobre Angola com esta personagem :)

  5. Que lindas as duas!

    Não uso sling, mas pano porta-bebés, e quando ponho a Sofia nas costas com o pano sou gratificada com inúmeras das deliciosas gargalhadas dela. É fantástico trazê-la nas costas, na maneira mais primária e amorosa que uma mãe pode transportar um filho. Quando a ponho nas costas apetece-me dançar mornas e sei lá mais o quê africano, imaginando aquelas incansáveis mães, com vidas bem menos facilitadas que as nossas, mas com uma aura de paz incrível…

  6. Que felicidade que eu sinto de alguem (nao africano) promover os tecidos africanos, parabens Rosa, sempre fui uma apaixonada pelos tecidos africanos, os mais bonitos que vi foram os da Gambia, so que ca em Portugal nao sei onde se podem arranjar..

    Tenho um sling que te comprei, mas aminha Kenia costuma tambem andar, numa capulana nas minhas costas, torna-se engraçado, na cidade (coimbra) onde moro actualmente as pessoas acham muita graça e estao sempre a meter-se com a minha filha…

    Fico feliz por termos oportunidade de aprendermos coisas tao bonitas com as outras culturas..

  7. Olá. Deliciada com a fotografia. Há muito que me interesso por toda esta proximidade entre mãe e filho e o sling da Rosa veio permitir ainda mais isso. Muito se falou das capulanas na família quando eu perguntava como se colocavam os bebés.

    Aguardo os 7 anões… Capuchinho Vermelho já anda em trapilho ;-).

    Bjs

  8. oi rosa!

    visito silenciosamente o seu blog desde q a A. ainda estava na sua barriga e sempre gostei de te acompanhar pq na época também estava grávida de uma menina que agora tem 6 meses chamada alice.

    inspirando-me em vc, fiquei fascinada com os slings e tudo que o envolve e de tanto fuçar nas imagens, pedi pra minha irmã costurar um pra mim.

    uso todos os dias, é muito bom e quando saio na rua as pessoas sempre perguntam sobre, pois aqui no sul do brasil quase ninguém conhece o sling.

    por isso escrevo pra voçê para agradecer pelas dicas tão legais que aqui encontro, e também para elogiar suas meninas que são lindas !!!

  9. Que lindas fotos Rosa:)

    Sabias que há um problema muito comum em África por causa dessa forma de segurar o pano… as maminhas entaladas causam por vezes mastite:( De qualquer forma, nós que aqui não usamos os “panos” dessa forma, por vezes tambem temos:( E elas certamente lidam melhor com isso que nós:)

    No outro dia vi uma moça aqui nas Caldas a carregar o filho assim… não tenho “bundinha” grande, o que daria um jeitão;)

    Tenho algumas capulanas, de Moçambique e Angola… ADORO:)

  10. olá Rosa!

    deixa-me dizer-te que o nosso sling deu um jeitão na praia… sempre alvo de comentários muito engraçados e de olhares muito curiosos sempre acompanhados de sorrisos…o Miguel e a mamã agradecem!!! o papá sem sling, pois o nosso não lhe serve!!! a tia sempre ansiosa para o usar tb!

    mil beijocas!!

  11. Aqui na Africa do Sul (zona de Johannesburg) a maioria das senhoras transportam os filhos as costas e, curiosamente, tanto no Inverno como no Verao cobrem-nos com um cobertor por cima do pano (muitas vezes um lencol da cama).

  12. É possível ensinar-me a fazer um sling? Sei um pouco de costura, mas não consegui entender as instruções do site que referiu… :/ Agradecia imenso… Obrigada!

  13. Olá!

    Gostaria que me dissesse quais são as medidas do sling, pois estou tentada a costurar um com os artefactos que tenho em casa.

    Muito agradecida,

    Regina.

  14. Oi linda..

    1º quero pedir perdão pela foto. Vou retirar agora do ar.. p/ favor n me leve a mal, mas pegeui esta foto por aí e sei q muitos a usam pra duvulgar babywearing, pois é uma foto muito bonita..

    embora eu n esteja atualizando este blog pq mudei tudo, gostaria q vc notasse q eu costumo colocar o autor ou a fonte, pq realmente n tenho hábito e nem interesse em roubar nada de ninguém, as pessoas são dignas de seus créditos.. infelizmente no caso de sua foto n pude colocar pq n os tinha.

    mais uma vez me desculpe..

Leave a Reply

Required fields are marked *.