capuchinha

capuchinha

Enquanto procuro (e vou encontrando!) mais testemunhos de babywearing tradicional português vou coleccionando imagens de personagens para outras histórias, como a desta menina agasalhada numa capucha. Eu também tenho uma assim quentinha, feita pelas Capuchinhas de Campo Benfeito e comprada na Feitoria.

(a fotografia está no livro A Queda da Monarquia. Portugal na viragem do Século de Maria Filomena Mónica, D. Quixote, 1987).

11 comments » Write a comment

  1. Eu também tenho :)

    Ou, não fosse eu uma beirã!

    E, quando era bebé, fui agasalhada muitas vezes por uma!

  2. Gosto muito do trabalho delas,a semana passada vi uma reportagem na tv, já não sei em que canal, sobre elas, já conhecia, mas gostei muito de ver .Estou a pensar sériamente comprar uma também para mim.

  3. Ganhei um amor tão grande à capucha..não sei explicar o porquê??

    E esta foto é tão linda.

    Alexandra…ainda vou encomendar a minha! E feita pelas Capuchinhas ainda melhor :)

    Mary

  4. amo seu blog.

    amo seu estilo, suas imagens. as palavras… acho tudo genial!

    parabens parabens!

    que vc tenha sempre muita luz no seu caminho!

    um bj grande

    priscila

  5. Vi pela primeira vez o trabalho das Capuchinhas na FIA e fiquei logo apaixonada: belíssimos os linhos e os bordados, as saias lindas e tudo muitoooo confortável. Não sabia era que tinham um blog, agora já sei.

  6. Olá Rosa! Não me conheces mas já desde Maio que visito este blog.Adoro estes trabalhos de investigação que fazes! Fico sempre mais rica um bocadinho, pelo menos por dentro! Hoje decidi comentar só por uma curiosidade: no catálogo de Natal do Toys’r’us na página dos Nenucos,estão a oferecer um sling para o Nenuco, na compra de um tanto em euros da linha Nenuco.Lembrei-me logo de ti! A ver se a moda pega e as miúdas aprendem desde cedo a melhor maneira de transportar um bebé!Quem me dera ter tido um para os meus dois!

    Beijinhos! e desculpa o looongo comment;)

  7. Antes de mais, quero felicitar-te pelo trabalho de mãos e de pesquisa etnográfica…

    Como pequena ajuda, deixo-te ficar este link

    http://www.dussaud-g.fr/portfolio.php?page=Enfan

    , quotidianos rurais retratados por Georges Dussaud. Destaco uma das fotos em Trás-os-Montes, as duas meninas com as tuas “capuchas” ou as minhas “capas de burel”, (nome que lhes é dado em sua terra), debaixo de um manto de neve, “quente e seca” com a capa.

    até sempre

  8. Pingback: A Ervilha Cor de Rosa » festa:

Leave a Reply

Required fields are marked *.


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>