ugly oilily

Fotografia tirada na loja Oilily de Dusseldorf (Alemanha).

*There is a short English version at the bottom of the post*

(…) hoje ao passear-me na Oilily (de Amesterdão) encontrei uns bonecos que julguei que seriam teus. Como boa Lusa enchi-me de orgulho. Quando peguei neles e não lhes encontrei a tua etiqueta, achei que poderiam ser uma cópia “inspirada” nos teus. Mas o mais grave é que os tecidos têm o mesmo boneco espalhado (na roupa de bébé). Na dúvida de ser um trabalho teu ou não, achei que seria importante alertar-te! Não é uma empresa qualquer. Podes ver no site deles. (…)

É verdade, infelizmente. A conceituada marca holandesa de roupa de criança e mulher está a vender bonecos indiscutivelmente copiados dos meus e a usar a imagem desses mesmos bonecos em inúmeras peças de roupa de bebé. Soube-o poucos dias antes de receber este comentário da Mica Cabral.


A Oilily é uma das marcas holandesas mais emblemáticas e conhecidas no estrangeiro. Tem oitenta lojas exclusivas um pouco por todo o mundo e pontos de venda inclusivamente em algumas cidades portuguesas. A marca foi fundada nos anos sessenta e criou uma imagem muito própria associada ao uso da cor, à originalidade e à qualidade da confecção. Nos últimos anos, as coisas mudaram drasticamente: a empresa passou a ser controlada por um grande grupo económico e os melhores designers, desmotivados, abandonaram a marca. Os resultados estão à vista.

boycott oilily

Etiqueta do boneco Oilily (em cima) junto ao meu postal editado no ano passado (em baixo).

Depois do choque inicial desta descoberta, e de passar uns dias sem saber muito bem como reagir, contactei directamente a empresa por email. Passada uma semana, tenho dois emails de uma alta responsável da Oilily, que se limitou a pedir-me mais tempo para investigar o assunto e a desculpar-se com os problemas financeiros que a empresa está a atravessar. Entretanto, os bonecos e as roupas continuam à venda como se nada se passasse.

boycott oilily

boycott oilily

Produtos Oilily e imagens de pormenor do boneco da marca (ref. 103394-3005), produzido na China e com óbvias deficiências de produção: o enchimento sintético solta-se com o manuseamento, tornando-o perigoso para crianças.

Online, o assunto não tem passado despercebido. Vários blogs chamaram a atenção para o assunto e fizeram com que muitas pessoas se insurgissem contra este plágio e tomassem a iniciativa de enviar emails de protesto.

Por muito subjectivos que possam ser os conceitos de cópia e inspiração, não me parece que este boneco deixe espaço para duvidas. É verdade que a Oilily produz há muito tempo um coelho com olhos em feitio de flor, mas este novo boneco apresenta demasiadas semelhanças com o meu e é demasiado diferente de tudo o que a marca produziu até agora para se poder falar em coincidência: do feitio do corpo às orelhas idênticas, da posição da etiqueta (no mesmo sítio da mesma perna!) à linha que define o nariz, tudo aponta para um plágio descarado.

boycott oilily

boycott oilily

Conseguir processar a empresa judicialmente estando num país diferente não é simples nem rápido, mas fazer passar a mensagem, mostrar a esta e às outras empresas que este tipo de comportamento é intolerável, isso está ao meu/nosso alcance. Escrever sobre o assunto e divulgá-lo é a maneira mais eficaz. No Facebook foi criado um grupo dedicado ao tema e no fundo deste post há um modelo de email que vos peço que enviem para a empresa (info@oilily.nl) com as modificações que entenderem. ACTUALIZAÇÃO: A Oilily desactivou este endereço de email, muito provavelmente por causa da enorme quantidade de mensagens de protesto recebidas. As notícias mais recentes estão arquivadas em Ugly Oilily.

Mais do que uma cruzada pessoal julgo que o que é importante fazer é divulgar a ideia de que, enquanto criadores, achamos inadmissível que esta ou qualquer outra empresa se aproprie ilegitimamente do trabalho alheio e, como consumidores, não nos deixamos enganar e exigimos honestidade por parte de quem produz e vende.

Obrigada pelo vosso apoio!

Principais textos publicados até agora:

Rosa Pomar – A Ervilha Cor de Rosa por Tiago Mota Saraiva

Big Company Rips Off Indie Crafter: Oilily versus Rosa Pomar by Julie Finn

Is Dutch Fashion House Oilily Guilty of Plagiarism? by Desmond Williams

rosa pomar + oilily: blatant ripoff? by Kathreen Ricketson

Oilily, AKA The Dutch Portuguese Indies Plundering Company by Greg Allen

Oilily rips off independent designer Rosa Pomar by Alice Bernardo

Dear Oilily representative,

I am aware that your product no. 103394-3005 is a copy of Rosa Pomar’s well known soft doll and that she hasn’t given you permission to use her design. As a consumer, i have lost my confidence in your company. I will never buy from you again and I will advise everyone else to do the same until you have corrected this situation.

Please stop selling product no. 103394-3005 and all other products that include the image of this doll immediately. You should also contact Ms. Pomar and compensate her for her loss.

Sincerely,

English:

Dutch company Oilily is currently selling a soft toy (product no. 103394-3005) that was undeniably copied from my best known doll model. Oilily was famous in the past for their originality and the quality of the products they sold, but things have changed dramatically in recent years. Oilily has become more and more like any other big company: priorities have changed, production (or at least part of it) was moved to China, the best designers left, and the results of this are now in plain sight.

It is true that Oiliy has been producing a flower-eyed doll for a long time, but this new doll has nothing to do with their previous designs and everything to do with mine: from the doll’s shape and proportions to the place where the tag was inserted (the same spot on the same leg) to the line that defines the doll’s nose, which is one of the most recognisable features of my dolls.

I have been in contact with Oilily for the past week, but all they did so far was ask for more time to look into the matter and excuse themselves with the financial problems the company is facing. In the meantime, the shops keep selling their dolls and clothes.

How you can help: please spread the word about this. Letting big companies know that this type of behaviour doesn’t go unnoticed is the best way of preventing similar situations from happening. Join the Facebook group and invite your friends to join as well. Email Oilily about this (info@oilily.nl): there is a text above that you can use and adapt. UPDATE: Oilily’s email address is not working anymore, probably due to all the protest emails.

Thank you for your support!

boycott oiily

205 comments » Write a comment

  1. Pingback: Twitter Trackbacks for A Ervilha Cor de Rosa » ugly oilily: [aervilhacorderosa.com] on Topsy.com

  2. ah!!
    no puedo creerlo!! qué poca vergüenza…

    espero que se solucione pronto, desde luego está claro que tus derechos tienen que hacerse valer, porque llevas una trayectoria muy larga y todo el mundo un poco entendido reconoce estos diseños como una copia barata de los tuyos…

    qué asco de gente!

    unbelievable…

  3. Pingback: Paperchase-gate: the prequel. «

  4. Não acredito num negócio desses!
    Desde que bati os olhos nas bolsas maravilhosas que vi nas ruas da Bélgica, fiquei encantada pela marca… E agora estou decepcionada com essa atitude de uma empresa que foi originalmente criada para satisfazer a falta de criatividade no quesito “roupas infantis” na época!

    O pior é: como é que uma empresa tão reconhecida vem a dizer que “não sabe como isso ocorreu”??? Que raios de controle é esse? Ou seria pura falta de vergonha na cara e ética profissional?

Leave a Reply

Required fields are marked *.


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>