eu dela

treat

Um retrato meu feito pela A., que tem por aqui tão menos tempo de antena do que a E. teve. Não é que tenha menos tiradas dignas de memória (ainda ontem nos pôs a todos a rir por pensar que o plural de bispo – a peça de xadrês – fosse bichos pu). É só a sina (e cada vez mais acho que também a sorte) dos segundos filhos.

Em baixo, um top da Annie Larson, designer-maker de Minneapolis cujo trabalho sigo desde o ano passado. Depois de muito tempo a namorar as suas cores e padrões fantásticos, não lhe resisti. Ao estreá-lo, ontem, apercebi-me de que foi a primeira peça de roupa que comprei este ano para mim. Fazer é poder.

6 comments » Write a comment

  1. E é próprio do segundo filho. Não é por nada que se chamam (quando se tem 3 filhos) a criança “sandwich”. A A. não fica atrás da sua irmã. Lindo o teu retrato:)
    E agora para gabar um pouco a mãe… lindo o teu top:)

  2. Eu sou uma “criança” sandwich!!! :P

    Era para comentar o post do estojo de burel que me fez render mas dps vim ver este que não tinha visto e pronto.. gosto de retratos expressivos e o da A. é expressivo e girissimo!!! Parabéns A. :)
    E gosto do top!! Não conhecia, obrigada Rosa!

  3. I discovered swankdollar a little while ago, through action-weaver. As is so often the case, you were there already. Her stuff is amazing. Power to you; either you’ve made it, or you’re supporting independent desingers who make beautiful things.*

Comentar