knitting in the nordic tradition

knitting in the nordic tradition

knitting in the nordic tradition

Uma das prateleiras cá de casa em que os livros já não cabem é a dos de malhas tradicionais de várias partes do mundo. Por aqui têm aparecido alguns, como este ou este, mas nos próximos tempos vou mostrar outros dos meus preferidos. O de hoje acaba de chegar. Comprei-o num impulso, depois de ver esta imagem no Pinterest, e já é um dos meus preferidos. A edição original, dinamarquesa, é de 1981 mas a paginação cuidada, misturando a informação histórica com a componente prática, sobreviveu muito bem à passagem do tempo. Vai ser a minha leitura de hoje.

knitting in the nordic tradition

knitting in the nordic tradition

knitting in the nordic tradition

Viebeke Lind
Knitting in the nordic tradition. Asheville, Lark Books, 1984.

13 comments » Write a comment

  1. Epá, aquela camisola da senhora (terceira foto a contar de cima, à direita) cujo padrão (me) faz lembrar penas de pavão (invertidas) é linda! E tem mangas pregadas, não é? Não é raglan! Agora, na minha cabeça, vem tudo do pescoço e não há costuras e até me esqueço que ainda assim possa haver nórdicos que cosam!… :)
    Tenho que experimentar as cores, ou intarsia, ou lá como chamam a isso.
    Só essa camisola já me convencia a comprar o livro. :)

    • Lia, as camisolas tradicionais nórdicas não são em raglan nem têm yokes, são impiedosamente abertas à tesoura nas cavas e gola, assim. As da terceira foto são construídas de baixo para cima, com o método que a Elizabeth Zimmerman também ensina e, tal como as que se fazem de cima para baixo, não têm costuras.

  2. Eu lembrava-me de ter visto isso das tesouradas postado por ti, sim. :)
    Mas é coisa que ainda não considerei realmente fazer… safa! :)

  3. Ai Rosa, nem me fales em espaço de prateleiras nem em livros… Acho que nunca tinha comprado tantos na minha vida como no último ano – já tive de levar livros para Portugal porque não tenho espaço :-)
    …curiosamente os de tricot (e crochet!) também estão em maioria.
    Beijinhos

  4. Pois…aqui tem acontecido um pouco isso, a prateleira de livros de tricot e costura tem aumentado. Esse livro parece mesmo um tesouro!

Comentar