a tecedeira briosa

Fototeca0135
tecer
tecer
Fotografia do topo: A. L. de Carvalho, Tecedeiras, década 1920 (Casa de Sarmento).

Em 2013 viajei à procura de saber tecer e entrou um tear em minha casa. É uma versão um pouco erudita do da fotografia de cima, mas idêntico nas características e maneira de funcionar, com as suas quatro premedeiras e sistema de chicote (que ainda não pus a funcionar). O meu tear ocupa metade do escritório e ainda não está convenientemente escorado para não deslizar a cada batidela do pente, mas já mexe. Em breve mostro o que lá vai nascendo.
Outros teares em boas mãos que tenho acompanhado: Esquilo Handmade e Joana Dias Tecelagem.

1 comment » Write a comment

  1. As minhas bisavós também teciam, infelizmente o tear não resistiu à vontade alheia e ficamos sem ele. Agora as únicas memórias que temos deles são fotografias parecidas ás publicadas. Estou expectante para ver os projectos da Rosa. ;)

Leave a Reply

Required fields are marked *.