as mantas de pêlo de cabra


candal

Na pesquisa para o meu livro encontrei uma referência breve e misteriosa à fiação de pêlo de cabra em Portugal. Não adiantava pormenor nenhum mas deixou-me sempre a pensar nisso e sabia que era uma história diferente da das rendas. No fim de 2012 fomos de Arouca a Tebilhão e ao fazer algumas perguntas sobre a maneira de por lá se fiar a lã falaram-me nas antigas mantas do pêlo das cabras que se usavam na aldeia. Infelizmente já não havia nenhuma para me mostrarem, nem a memória delas estava viva que chegasse para ficar a saber mais alguma coisa. Só pude supor que as cabras em causa fossem as da raça Serrana, única das nossas autóctones com pêlo comprido. Há poucos dias fomos de Viseu a Candal, lá muito perto, e no meio da história do casamento da D. Luísa eis que soam as palavras mágicas. Pergunto-me se em algum fundo de alguma arca sobreviverá ainda um destes cobertores.

2 comments » Write a comment

  1. Hallo, Rosa. I’m following your blog from Copenhagen, I’m learning portuguese and reading it is good practice for me : – ) I find your stories about the portuguese traditions very interesting – and when I am in doubt I get help from google translate … but google can’t help me with the video, so please, could you tell me just in a few words what the old lady is saying about the blankets made of goat hair. I get the part where you ask if the goat hair is difficult to spin and she says no, they just did it and they used it for all kinds of project … it is particularly in the beginning of the video that I’m not really understanding anything … Thank you in advance for your help.
    Best wishes from Astrid

  2. Olá
    A minha avó costuma ter ovelhas e ela mesma as tosquiava, depois as crianças eram mobilizadas para ajudar no tratamento da lá após a barrela!! Muitas horas passei a tirar “coisas” e a desfazer “nós” para depois enviarmos a lã ao tear para fazer os cobertores!! Aliás era hábito da avó, oferecer um cobertor de lã de ovelha para o berço do primeiro neto/a. 48 anos depois o meu ainda existe :)

Leave a Reply

Required fields are marked *.


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>