mais que fait ce bébé?

mais que fait ce bébé

mais que fait ce bébé

Mais que fait ce bébé? é um livro para bebés da especialista em beaux livres Béatrice Fontanel, que já referi aqui a propósito deste outro. São 194 páginas ilustradas com pormenores de uma excelente selecção de pinturas dos séculos XIV a XX. Os textos são frases curtas que os bebés poderiam estar a dizer e, ao contrário do que é habitual neste género de coisa, ficam mesmo bem e convidam a ver o livro atentamente com alguém pequenino ao colo. Este exemplar é da biblioteca do Instituto Franco-Português (chamou-me a atenção na última visita), mas fiquei com vontade de comprar um para nós e é uma excelente prenda para recém-mamãs e bebés até aos dois anos.

Read more →

boucles d’or

boucles d'or

boucles d'or

A propósito do galão novo, uma das minhas versões preferidas da história da menina e os três ursos: Boucles d’Or et les trois ours, com magníficas ilustrações de Gerda Muller. Sempre gostei muito desta história, em que os animais e a menina trocam de papeis (eles civilizados, ela selvagem). Vale a pena ver, no site SurLaLune Fairytales, muitas versões diferentes. Como qualquer conto que envolva camas, este é perfeito para quem gosta de procurar quilts desenhados: e . A versão de Gerda Muller não tem quilts mas os desenhos dos edredões dos ursos, apesar de terem mais de cinquenta anos, são lindíssimos e parecem actuais.

Read more →

blá blá blá

a minha primeira enciclopédia

a minha primeira enciclopédia

O mais provável é que a E. frequente durante a pré-primária durante o próximo ano lectivo (obrigada por todos os comentários). Apesar de já ler. Por experiência própria (primeira-classe aos cinco anos e primeiro ano da faculdade aos dezassete) também acho que não se ganha grande coisa em ser das mais novas da turma. Mas as dúvidas e inquietações não ficam por aí. Público vs. privado, que pedagogias, que orçamento e, sobretudo, a que professora (mas há homens professores primários, ou não há?) vou eu confiar a E. quando for a altura?

As fotografias são de um lindíssimo livro que a E. recebeu nos anos (olá Inês): A Minha Primeira Enciclopédia da Verbo, editada em Português em 1981 e magnificamente ilustrada por H. Pothorn.

Read more →

tile designs from portugal

azulejos

azulejos

Tile Designs from Portugal é um livro (+cd) editado recentemente pela Pepin Press (em Lisboa vende-se por exemplo aqui) de cuja existência soube através da Sónia Sapinho. Com a minha predilecção pelo tema, fui a correr comprá-lo. A primeira reacção que tive foi pensar que devia ter sido alguém cá a pensar nisto primeiro, mas foi um nosso vizinho. O livro inventaria uma série de padrões de azulejos (sobretudo azulejo semi-industrial e industrial do século XIX). Inclui uma série de fotografias sem grande qualidade nem interesse mas introduz a novidade de apresentar noventa e nove padrões redesenhados no computador, em formato vectorial. Para mim, que vivo em Lisboa e rodeada deles, que estou habituada a vê-los mudar de cor consoante a luz, desirmanados, cobertos de pó, chuva ou graffiti, nesta versão digital vejo padrões magníficos mas não vejo azulejos. Ainda assim, o livro é interessante e tem uma excelente introdução histórica do director do Museu do Azulejo, Paulo Henriques, apresentada em oito (!) línguas, o que o torna um bom presente para amigos estrangeiros (ou, a julgar pela reacção da A., para bebés de um ano fascinados por desenhos hipnóticos).

Read more →

no mary

mary

A Úrsula ao leme (que o Petzi está do outro lado da folha), o Pingo na cabine, o Almirante (como sempre) a dormir e o Riki melhor do que eu o conseguiria desenhar, de memória e enquanto a irmã tomava banho. A Verbo não se decide a reeditar os livros do Petzi, mas cá em casa continuam a ser os preferidos.

Page 4 of 11« First...23456...10...Last »