38 semanas (bis)

rosa

rosa. Originally uploaded by *L.

Parece-me que já não faltam muitos dias. A E. sentiu anteontem pela primeira vez inequivocamente os movimentos da irmã. Abraçada e de cara encostada à minha barriga (rebaptizada mundo e diariamante usada como cenário para as brincadeiras dos playmobils), saltou e riu com entusiasmo a cada empurrão do outro lado da pele. O movimento constante e a sensação de que reage muito mais ao mundo exterior (sobretudo à voz da E.) e de cada vez que lhe pouso a mão sobre a cabeça, descansam-me e libertam-me do exercício um bocado angustiante da contabilidade de movimentos das últimas semanas. Não sei se é característica dos bebés pélvicos, mas está a ser uma experiência muito diferente da primeira quando, depois de dar a volta, a E. se limitava a ir dando sinais, suficientes mas não tão constantes, de que tudo estava bem.

E links:

Jasper Boyd: um relato extraordinário e com final feliz.

Llantos y rabietas e The Baby Book lidos pela Mariana.

12 comments » Write a comment

Leave a Reply

Required fields are marked *.


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.