mais trapilho

trapilho

A Ana mandou-me este delicioso laço de trapilho para umas experiências que quero fazer. Os padrões são lindos (aqui há outros exemplos) e mostram que se produzem tecidos magníficos em Portugal, ao contrário do que sugere a pobreza das nossas lojas. No dia em que possa, arranjo um tear (como fez a Catarina Almeida) e aprendo a tecer o trapo tão bem como a mulher de Monsaraz que fez esta manta:


Tapete de trapo

É a minha preferida de todas as que vi até hoje, por um lado porque foi nela que a E. aprendeu a virar-se de barriga para baixo e, por outro, pela perfeição da trama e pela lindíssima barra de chita que a remata a toda a volta.

22 comments » Write a comment

  1. Pingback: A Ervilha Cor de Rosa » malha de malha:

  2. Pingback: A Ervilha Cor de Rosa » velhos são os trapos:

  3. Pingback: mantas de fitas | A Ervilha Cor de Rosa

Leave a Reply

Required fields are marked *.


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.