cenas dos próximos capítulos

bicho-tá

(Faz de conta que não ligámos a televisão e que só amanhã é que sabemos da notícia)

Manhã de circuito das retrosarias em busca de últimos metros de galão bordado do que eu gosto (quando acabar mesmo é que não sei como vai ser), mosquetões, meias-argolas, passadeiras e botões-olhos. Numa das retrosarias, ao ajudar uma senhora de idade (gosto muito desta expressão por causa da Senhora de Idade do Babar) a encontrar um pedacinho de tecido que se perdera, reparei que escondidos por baixo do balcão estavam dois velhos, escuros e retorcidos chifres.

A poucos dias de ir de férias, tenho a cabeça cheia de projectos: ursos articulados de mohair verdadeiro, mais vestidos e animais misteriosos.

blinks

coelho-tá

Parece que vem aí mais um porta-tá

Receitas tradicionais portuguesas ilustradas pelos alunos da EBM 29 de Montoito e leite creme encontrado na Expojoana (via Medusa).

Porque cada vez me chateia mais o uso indevido que por cá ainda se faz de imagens alheias para ilustrar e decorar weblogs e sites (mesmo pelos que por serem mais ambiciosos deviam ser também mais cuidadosos) um link, outro link e ainda mais um. Parece que se esquecem que quem ganha a vida como fotógrafo ou ilustrador tem tanto direito a ver o seu trabalho respeitado e reconhecido como quem escreve.

Post scriptum: Como pôr gratuitamente imagens num site sem fazer hotlinking? Recorrendo por exemplo ao Hello ou ao Tinypic.

boneca menina

boneca menina

Estas bonecas-meninas demoram a ficar prontas. Sinto sempre necessidade de as deixar descansar entre o cortar o pano e o rechear, depois até lhes nascer o cabelo e a cara (até essa altura a E. pede para as ver – lalá é a palavra para boneca – mas pisca os olhos e aponta confusa para onde os da boneca deviam estar).

Na manhã seguinte parece sempre que estão diferentes e que andaram a cerscer e a brincar enquanto dormíamos.