steeks

hillhead slipover

hillhead slipover

Mais um post sobre o colete antes de o mostrar terminado (está mesmo quase), para se perceber melhor o processo das assustadoras tesouradas. Como já tinha dito, o corpo é tricotado sempre em círculo. Quando se chega aos ombros tem-se uma espécie de saco pouco fotogénico com três buraquinhos que são a base das cavas e da gola. Acima deles deitaram-se algumas malhas extra (as riscas verticais nas imagens) que permitem que a peça não se desmanche quando é cortada e que são aquilo que os livros da especialidade chamam steek.

hillhead slipover

hillhead slipover

Quem, como eu, não for demasiado confiante, pode reforçar estes steeks com uma costura feita à mão, em crochet ou mesmo à máquina. Depois, é cortar com muito cuidado e uma tesoura bem afiada.

✁ ✂ ✃ é só para avisar

hillhead slipover

A incomparável Elizabeth Zimmermann recomenda que a seguir a cortar nos retiremos para um quarto escuro com uma bebida forte para recuperar. É um bom conselho.

E pronto, as orlas ficam bastante resistentes e prontas a receber as malhas dos respectivos canelados.

13 comments » Write a comment

  1. felicito-te bela paciência & lindo trabalho feito em tricot. também ri bastante com a sugestão feita pela E. Zimmermann & que tu confirmas ser de grande utilidade, após cortar a blusa !

  2. Bom conselho ehehehe

    Hoje estive à tua porta no Loreto e infelizmente uma chamada da escolinha da minha filha não me deixou finalmente conhecer-te e à a loja…

    Ficará para uma próxima oportunidade.

    Paula

  3. Eu que pouco ou nada sei de tricot, acho este colete maravilhoso e a sua execução extraordinária. Posso dizer que tenho vontade de fazer um, só para no fim sentir a adrenalina de o cortar! :)
    Parabéns, adorei

  4. Está lindo, Rosa! A perfeição do avesso!… Ainda estou na fase de tentar perceber a fotografia do “saco” e como é que dali saiu o decote. ;-) Parabéns, tu és mesmo habilidosa!

  5. Nossa!!!

    Que medo!
    Gosto muito de tricô e de coletes (fiz diversos post’s de coletes no meu bloguinho), mas não conheço essa técnica, e acho não teria coragem de fazer isso!!

    Parabéns! O trabalho ficou muito bonito!!!

  6. Vim acompanhando a feitura do colete com bastante admiração. Os meus parabéns pelo bonito trabalho e pela habilidade de o terminar à tesourada:)

  7. Olá Rosa. O teu colete está lindo! Queria-te pedir uma opinião: estou a fazer um colete para o meu filho, tricotando em circulos. Como estou a chegar às cavas estou na dúvida se hei-de seguir a “tua técnica”, ou passar para 2 agulhas (fazendo a frente e as costas em separado). É muito dificil a técnica?
    “Cairá ” bem num colete numa criança pequena?

    Outra coisa…já experimentaste as phoney seams da Elizabeth Zimmerman? estou tentada a faze-las de lado no colete…

    Obrigada :)

  8. Queria fazer um ponche para uma crinça mas não encontro nenhum molde. Será possível fornecerem-me algum ou indicarem uma revista que tenha? Agradeço desdejá qualquer ajuda

Leave a Reply

Required fields are marked *.


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>